As 6 Áreas Principais de Conhecimento HOF Cirúrgica

You are currently viewing As 6 Áreas Principais de Conhecimento HOF Cirúrgica

Estas áreas representam os 6 pontos básicos de conhecimento para iniciar-se nas Microcirurgias Faciais. E é papel do Cirurgião Dentista estar atento e atualizado, pois estão em constantes transformações.

Dominar todas elas, para cada microcirurgia, é de fundamental importância. São específicas e podem mudar dependendo o objetivo do tratamento.

Confira abaixo as 6 áreas principais de conhecimento da HOF CIRÚRGICA que você deve dominar:

1. ANESTESIAS – Como são procedimentos que envolvem a face e pele, também incluem técnicas anestésicas tronculares e extra oral específica.

2. INCISÕES E SUTURAS – São as manobras fundamentais da HOF Cirúrgica. Para cada microcirurgia há incisões e suturas com características próprias.

3. ZONAS DE RISCOS – Ao realizar técnicas cirúrgicas na face (extra bucal), é de grande significado identificar as suas zonas de risco: artérias, veias, nervos…

4.  TÉCNICAS CIRÚRGICAS / PROTOCOLOS  – Diversas microcirurgias faciais estão sendo definidas para o dentista realizar. Além de aprender o protocolo, seu treinamento pré-clínico em pele sintética é uma condição necessária.

5. LIMITES ÉTICOS LEGAIS – A realização de qualquer procedimento na HOF exige estabelecer um prontuário, no qual tem que constar a indicação odontológica / justificativa estético funcional.

6. ANÁLISE FACIAL / PLANEJAMENTO – Acima de tudo, aprender análise facial, proporção áurea, exames… Fazer o planejamento da HOF na sua integridade – toxina, preenchimento, fios, intradermo – até chegar na HOF Cirúrgica.

Conclusão

Acima de tudo, a resolução 198 que definiu a HOF como especialidade da Odontologia, incluiu um item à respeito das cirurgias da HOF, segue:

f) realizar tratamento de lipoplastia facial, através de técnicas químicas, físicas ou mecânicas na região orofacial, técnica cirúrgica de remoção do corpo adiposo de Bichat (técnica de Bichectomia) e técnicas cirúrgicas para a correção dos lábios(liplifting) na sua área de atuação e em estruturas relacionadas anexas e afins.

Diante disso, torna-se necessário o aprimoramento nestas áreas de conhecimento acima. São procedimentos, na sua maioria, definitivos e devem ser feitos com responsabilidade e cautela, respeitando a curva de aprendizado e limites.

Um abraço,

BLOG RGO

Compartilhe este conteúdo

Deixe um comentário